Aline
 
 
Mateus 6:6 NVI

Mas, quando você orar, vá para seu quarto, feche a porta e ore a seu Pai, que está em secreto. Então seu Pai, que vê em secreto, o recompensará.

Eis um conselho para essa geração que "tudo" mostra: ore em segredo, ninguém precisa saber!
Pois em nossos dias tem sido comum anunciar o trivial: "#partiuBanho, #partiuTrabalho, #partiuDormir, #partiuIgreja"....
Como compreender tal conselho? Não preciso mostrar minha vida secreta com Deus? Ninguém vai ver meu esforço? Ninguém saberá quantas horas orei?
Não. . Ninguém! Só aquele que realmente se importa.
Talvez, esse seja um dos motivos do porquê muitos desprezam essa vida secreta. Um mundo onde todos anseiam por serem vistos e notados. Mas há um olhar que verdadeiramente te enxerga. E é esse o olhar perdido por muitos. O olhar que constrange em amor, que sonda o desconhecido coração humano, que é capaz de transformar o mais duro coração. O olhar que toda alma anseia! O olhar do Pai que vê em segredo. Ah doce olhar de Jesus!
Você já olhou para Ele hoje? Ou melhor, já deixou Ele te olhar hoje?
Veja mais em: 5 COMENTÁRIOS | | edit post
Sua opinião 
Aline
Graça e paz amadas!

Ontem, estive ministrando a palavra às mulheres da Igreja do Pq São Rafael, pastoreada pelo pastor Eduardo dos Santos e sua linda esposa, Tatiana dos Santo, no Congresso das Déboras. Foi maravilhoso compartilhar de tudo que Deus está fazendo naquele lugar, através de mães que se colocam de joelhos para que seus filhos estejam de pé!
Quero compartilhar aqui com você, o esboço da mensagem, e uma fotinha minha ministrando. Que Deus possa falar com você!

Mss. Aline Croce, ministrando Congresso das Déboras. Ad Pq S Rafael - SP


O tema: "CARACTERÍSTICAS DE UMA VERDADEIRA DÉBORA"


(Base Bíblica: Juízes 4; 5)  “Desperta, Débora, desperta , desperta, acorda, entoa um cântico;” Jz 5.12

Introdução: Desperta Débora! Este è um chamado para nossa geração. Um chamado que ecoa em nossos corações. Um chamado de despertamento para as mulheres, e as mães do século XXI. Se faz tão real, e necessário quanto nos dias da proeminente juíza de Israel, Débora.
Pois, vivemos dias ruins, maus, turbulentos, assustadores. A família tem sido alvejada costantemente, e vemos aos nossos olhos lares que se disbaratam, mães que abandonam suas casas, pais que nunca viram seus filhos, filhos que não suportam olhar para os pais. Família que experimentam o amargo sabro do abondono, e da traição. Adultérios da alma! Longes da realidade de um lar.
São de fato, dias maus. A pós-modernidade debate o conceito primaz da família, para se ter uma família dizem, não é necessário um homem e uma mulher, basta ter “amor”. E em busca de uma falsa liberdade, e uma vã ilusão, a família tem enfrentado um forte combate.
São tempos de guerra, não de paz. Tempos de luta, não de descanso. Dias de batalha. Vivemos cercados por diversos perigos: drogas, imoralidade sexual, violência, corrupção, mortes, entretenimento que fecham nossos olhos. E diante deste cenário muitas famílias tem sucumbido.
Por este motivo, o clamor por um despertamento de homens e mulheres, que se preparem para tal batalha é ainda hoje vivo em nossos corações. Ainda hoje podemos ouvir o grito de desespero dos filhos de Israel, da Igreja de Cristo: Mulheres, despertem, levantem-se para a batalha! Pais, ergam-se, filhos não se prostrem, jovem apronta-te para a peleja. Débora Desperta!!! Abra os olhos para a realidade! Desperta!!!

Este é o clamor de Deus para nossa geração, você pode ouvi-lo?  Você pode percebê-lo dentro de sua casa?

Contexto Histórico-Social (Jz 4;5).

Débora representa este alto padrão, de uma mulher que não se curvou e não se prostrou diante de um tempo difícil. O contexto social de seu povo, não distava tanto do nosso. A bíblia diz que, no tempo dos Juízes, não havia um rei humano sobre Israel, e as pessoas faziam o que bem entendiam.  (Jz 17.6;21.25). As pessoas agiam conforme seu bel prazer, fazendo o que era mau diante do Senhor.  Característica, também, de nossa geração.
Semelhanças com nosso tempo:
1.      Eram tempos de apostasia. (Jz 5.8) A Bíblia diz que aquele povo escolheu deuses novos para si. Desprezaram o Senhor, o único Deus. Rejeitaram seus preceitos. Hoje, no século XXI, nossa sociedade busca novos deuses, e jamais se satisfazem, pois são fontes sem vida (sexo, dinheiro, religião, falsos amores, falsas riquezas)
2.      Eram tempos de guerra. (Jz 5.8). “a guerra estava às portas”. Neste contexto a guerra era literal, o exército inimigo (cananeus) era preparado, e tinha “novecentos carros de ferro” (Jz 4.1). Isto significava dizer que, o exército do inimigo era praticamente invencível. Israel tinha apenas uma infantaria, faltava-lhes cavalos, e carros de combate. Em nossos dias a guerra é espiritual, (Ef 6.11,12 “Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do diabo; porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes”. Este termo “ciladas”, é um termo grego que se refere a “estratégias articuladas”, métodos, planos”. – O inimigo não brinca, ele está em guerra.
3.      Eram tempos de apatia, indiferença. (Jz 5.8) “Não se via escudo nem lança entre quarenta mil em Israel”.  Não obstante a guerra que estava armada, ninguem se posicionava. Ninguém se prontificava, niguém se lançava  à combater. A Bíblia diz que os útimos dias seriam dias difícies, em que os homens seriam “amantes de si mesmo”, II Tm 3.1. Estes são os nossos dias, as pessoas se idolatram e não querem lutar uns pelos outros, não se prontificam, não se comprometem.
4.      Eram tempos de pecado. (Jz 4.1) “Os filhos de Israel tornaram a fazer o que era mau perante os olhos do Senhor”. (Jz 5.6) “desvios tortuosos” Nossa sociedade também não está diferente. Deus abomina o pecado (Rm 3.23), Deus abomina a corrupção, a violência dos nossos dias, o adultério, o assassinato, Deus não suporta o pecado de nossa geração idólatra, mística e imoral. Nossa sociedade não entra pelo caminho, que é Cristo, e tem andado por atalhos e desvios tortuosos.
5.      Eram tempos de opressão. (Jz 4.3). “ Jabim... tinha novecentos cavalos de ferro, e por vinte anos oprimia  duramente os filhos de Israel”. Quantos famílias, quantos lares, quantas vidas ainda hoje vivem esta realidade de opressão em nossos dias, são anos a fio, de acusações e opressões: lutas, dissabores, inimigos da alma.
6.      Eram tempos de dormência espiritual (Jz 5.7). A bíblia diz que Israel ficou deserta, e dormiram “Ficaram desertas as aldeias em Israel, respousaram”. Infelizmente esta é a realidade de muitos que são chamados, como as virgens loucas, e também como as prudentes de Mt 25, dormem! Dormem e fecham os olhos para a realidade. É um aspecto de negação do que estamos vivendo.
Mas não podemos fechar os nossos olhos para a realidade! Até mesmo dentro das igrejas, filhos e pais, esposos e esposas estão se perdendo. Estamos em dias maus, quem irá se levantar???

Débora se levantou : “Ficaram desertas as aldeias em Israel, repousaram, até que eu, Débora, me levantei, levantei-me por mãe em Israel” (Jz 5.7).
O senhor nos pergunta também, até quando estaremos desatentas, até quando esperaremos o inimigo saquear nossos lares, nossas famílias, nosso conjuge? É tempo de despertar, e se levantar! Diga com autoridade à quem está perto: Desperta e se levanta, porque o Senhor está com você!

Como podemos ter um coração de Débora? Que se levanta, e luta?

CARACTERÍSITCAS DE UMA VERDADEIRA DÉBORA/GUERREIRA:

1. Uma verdadeira Débora tem experiência com Deus.  (Jz 5.4-5).
A profetisa Débora só pode se levantar com poder e autoridade em Israel, porque tinha uma vida com Deus. Ela era uma profetisa, sabia ouvir a voz de Deus, e tinha comunhão com Ele. Mas do que isso conhecia muito bem quem era Deus.  Em seu cântico, ela declara os feitos de Deus em Israel e testemunha da vitória do povo de Deus em Israel, se referindo aos seus feitos no êxodo.
Para ser uma Débora, uma mulher, homem guerreiro, de oração é necessário ter conhecimento de Deus. Experimentar ao Senhor. Conhecê-lo em profundidade (Conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará – Conhecer original Grego = experimentar).
Jó depois da provação declarou: Antes de conhecia apenas de ouvir falar, mas hoje os meu olhos te veem.” Você tem visto o Senhor agir em sua vida?
Débora viu, o Deus de Israel. – Qual seu testemunho como Débora?
Ele te CHAMA PARA CONHECÊ-LO!

    2.  Uma verdadeira Débora é um lugar de refúgio para o aflito.
A bíblia diz que Débora em meio aquela sociedade de caos era como um lugar de refúgio, para as pessoas ao seu redor.  Ela se sentava debaixo de uma palmeira e julgava a causa do povo.  V.5 “Ela atendia debaixo da palmeira de Débora”...  e os filhos de Israel subiam até ela em juízo.  Ele julgava e aconselhava.
Diante de nosso contexto, também podemos ser como Débora,  há muitos aflitos que procuram um lugar seguro. Não precisamos ir muito longe, dentro de nossas casas, muitas vezes, nossos filhos buscam desesperadamente uma mãe para conversar, mas em muitos momentos encontram, somente uma juíza, falta o conselho e a sabedoria.
A mulher sábia, virtuosa de Pv 31, fala com entendimento”
Débora não tinha um trono, nem mesmo um palácio, ela tinha uma palmeira. E uma palmeira era o suficiente.
Uma verdadeira Débora faz de sua casa um lugar de refúgio!
A casa também pode representar a proteção espiritual que como homens e mulheres de Deus podemos oferecer ao cansado. Débora era refúgio de proteção espiritual aos seus filhos em Israel.
Quantas vezes os pais são os sacerdotes na vida dos filhos? São os carvalhos de justiça que Deus levanta para salvar a vida dos seus pequenos. Jó se levantava pela madrugada e oferecia ao Senhor sacrifício pelos seus filhos.
Seja uma guardadora espiritual dos seus! Do seu esposo, de sua casa, de seus flhos.. você não precisa esperar ter uma mansão, nem mesmo,  ser o título eclesiástico, Débora tinha uma palmeira, mas não era qualquer palmeira, era a sua palmeira. Seu lugar de conselho e refúgio para tantos.

Que Deus te desperte como refúgio para os seus, como guardiã espiritual dos seus! E Que seus filhos vejam em ti o refúgio!!! O Senhor te chamou para ser refúgio! Segurança

3. Uma Verdadeira Débora não se conforma com o caos da vida.
Porque existem poucas mães que lutam? Porque existem poucos que oram? Poucos que se dispõe? Poucos que perseveram?
Porque muitos se conformaram com a destruição, com a derrota, com a perda, com o caos da vida.
Pensam que não vale, a pena, que os esforços de nada servem, já oraram tanto, já pediram tanto, já jejuaram, já buscaram, mas desistiram. Se conformaram.
Débora não aceitou aquela situação, ela fez alguma coisa. Se pôs debaixo da Palmeira, orava, buscava a Deus e agiu. E Deus lhe mostrou qeue a vitória viria através de Baraque. O que ela fez? MANDOU CHAMAR BARAQUE. Não foi Baraque que a procurou. Ela movida pela sua oração e direção de Deus, mandou-lhe chamar. Ela acreditava. 
Se você quiser ser uma mulher com um coração de Débora, não se conforme com este mundo! Não se conforme com o pecado no seu lar, não aceite que seus filhos morram espiritualmente, não concorde com a depressão que sorrateiramente entra em sua casa, não aceite a miséria no seu lar, não concorde, não tome a forma do mundo, não se conforme.
Provérbios diz que o preguiçoso vê o leão rugindo lá fora na rua e diz: “Vou morrer”
Não!!! Lute até o fim! Não aceite sua vida da maneira que está! Deus te chamou para ser águia, e não galinha! Voar alto, não ficar ciscando, mas alcançar as alturas!!! Saia da mediocridade, da mesmice, da vida que todos levam , seja diferente!!!
Ana  = uma mulher que não se conformou com a esterilidade, e gerou um filho.
“A oração de um justo pode muito em seus efeitos”

     4. Uma verdadeira Débora busca as estratégias de Deus Jz 4.6; 9
Jamais entre em uma guerra sem as armas certas!
Sem a estratégia certa. Jesus disse isso aos seus discípulos ao falar sobre a vida cristã. Ninguém começa uma construção sem primeiro se assentar e calacular os gastos, para saber quanto gastará, para depois não ficar envergonhado, como um homem tolo. Ele disse o mesmo a respeito da guerra.
Débora recebeu de deus as estratégias de guerra, com quantos Baraque venceria, e como venceria.
Não se iluda com os seus recursos. Não lute com as suas estratégia. Com o muito falar, com a vingança, com os gritos, com o choro, com a manha. Nada disso é arma de guerra! É obra da carne!
Deus te capacitara pra esta guerra, busque nele!!!!

Salmos 20. 7

     5. Uma verdadeira Débora tem certeza da vitória ( Jz 4.7,9)
O senhor garantiu a vitória: “..darei em suas mãos o inimigo”.
Nesta batalha da vida, o Senhor  já nos garantiu a vitória em Jesus Cristo. Não há nada que possa anular o sacrifício de Jesus Cristo na cruz por nós. Esta vitória esta consumada! Acabada! A sua vitória, é a vitoria da cruz, da ressurreição de Cristo.
Os inimigos de Israel eram muitos, a força deles era pouca, mas a vitória já estava garantida. Acredite também! Que prazer de Deus está em te ver vitorioso! Jamais lute, jamais ore sem esperar a resposta de Deus!

    6. Uma verdadeira Débora, não recua na batalha (Jz 4.9)
Depois de chamar Baraque à responsabilidade, à ir a guerra, ele pediu sua ajuda, “irei somente se fores comigo”.
Este poderia ser um momento crucial. Débora teria que enfrentar o campo de batalha, estar junto na guerra, lutar lado a lado. Se ela recuasse, tudo estaria perdido. Mas uma verdadeira Débora sabe que jamais poderia voltar atrás.
Quantos desistem, quantos, param no meio do caminho.

Ilustração: Da mãe que orava pelo filho drogado, e quase desistiu.
“Conta-se uma história de uma mãe que há muito tempo orava pelo seu filho, que era viciado em drogas, mas a cada dia, ela via que o filho mais se afundava, sem entender e pensando que suas orações de nada estava valendo ela decidiu em seu coração desistir, Parar de lutar pelo filho, parar de orar. Na mesma noite ela ouviu quando o filho chegou em casa, batendo as portas pela madrugada e indo deitar-se, ao dormir, horas depois ela acordou com os gritos do filho desesperado, chorando, assustada, correu até ele, o moço disse mãe, tive um sonho assustador. Sonhei que você estava em uma grande corrida, mas quando estava prestes a cruzar a linha de chegada a senhora desistia da corrida. E aos prantos, ele clamou: “Mãe, por favor não desista de mim! Você está quase vencendo, não pare de correr!

Enfrente a guerra, e vá ate o fim!

    7. Uma verdadeira Débora é uma voz de coragem e incentivo. Jz 4.14
Quando estavam diante do inimigo Débora disse a Baraque: “Dispoe-te”
Tenha corajem, seja forte! Você conseguirá, o Senhor te deu o inimigo. Baraque era um guerreiro que precisava ser despertado, e através do encorajamento de Debora este homem se levantou.
Encoraje! Através da oração, você também pode encorajar a muitos,  e mudar o rumo até mesmo de uma nação inteira. Seja tutora de uma criança, elogie, acredite nos seus, viva uma vida de encorajamento. Pq o Senhor é aquele que te fortalece, você também pode fortalecer o guerreiro que está adormecido dentro de sua casa.

     8. Uma verdadeira Débora discerne o tempo e o momento de agir.
A bíblia diz que Deus falou através de Débora qual era a hora de agir, e guerrear. Ela interpretou e deu ordem a Baraque para que atacasse.  Mas não só ela se destaca, Jael, é a heroína que com as suas próprias mãos vence o inimigo.
O marido de Jael era aliado ao  rei cananeu Sísera, mas o coração dela, não estava com esta aliança. Não sabemos claramente o motivo. Mas Deus lhe deu discernimento para compreender quem era o verdadeiro inimigo naquela batalha, agir, e vencer.
Muitas vezes nos precisamos identificar o inimigo em nossas casas e agir. Destruí-lo com as próprias mãos.

    9. Uma verdadeira Débora, desperta a própria alma! Jz 5.12, 21
Débora em seu canto, se refere a si mesma na terceira pessoa: “Despera Débora! Desperta! Acorda, entoa um cântico”, e no meio da batalha, VV. 21 declarou: “Avante, minha alma, firme!”
Em meio a batalha, precisamos despertar-nos com o refrigério do Senhor, não podemos nos perder. Quantas vezes agimos como Marta, ao servir Jesus, nos bastidores, no meio da luta, nos cansamos com as coisas desta vida, e com a intensidade da batalha.
Nunca deixe ter seu momento de oração, de renovação das forças, escute e leia a palavra, se revigore, tire um tempo só para você! Seja ministrada também. E se renove, seja fonte, para dar de beber a outros, beba também! Nunca somos auto- suficientes. Tudo que fazemos é pela graça.

10.Uma verdadeira Débora Brilha como sol!  Jz 12. 31
           
            Não importa quão densas são as trevas! Você nasceu para brilhar com o sol da justiça!

Assim, ó SENHOR, pereçam todos os teus inimigos! Porém os que te amam sejam como o sol quando sai na sua força. 
Juízes 5:31

A força do calor do Espírito está em ti, e a sua luz vai raiar.

Conclusão:
Se desperte, se levante, vá avante, não desista da batalha!

Se você tem um Grupo de Despérta Débora em sua igreja e gostaria de fazer um programa específico em sua igreja, nos procure! 

Deus te abençoe!


Veja mais em: , 23 COMENTÁRIOS | | edit post
Sua opinião 
Aline
Olá amadas!!!

Hoje quero deixar pra você um vídeo com uma ministração muito especial, de Lisa Bevere, sobre o tema: "A mulher confiante luta como uma garota".

O vídeo tem 7 partes, esta é a primeira; ao final de cada vídeo você encontrará o link para a próxima parte. Está legendado, para acionar a legenda clique no botão (CC) em baixo do vídeo.

 Que você possa ser edificada, como eu fui. Reconheça sua identidade em Cristo e se levante como vencedora!

Beijos com carinho, Aline Croce Santos.


Veja mais em: , 0 COMENTÁRIOS | | edit post
Sua opinião 
Aline


"Uma mulher que é linda por dentro, o será sempre, em cada estação da sua vida"


"O coração alegre aformoseia o rosto, mas pela dor do coração o espírito se abate"
Provérbios 15:13
Veja mais em: 1 COMENTÁRIOS | | edit post
Sua opinião 
Aline



Marido e esposa estavam assistindo a televisão quando a mulher disse: 
"-Estou cansada, já está tarde, eu vou deitar!"
Ela sai da sala foi a cozinha adiantar algumas coisas para o café da manhã, lavou uns copos que estavam sujos na pia, tirou a carne do freezer para o almoço do dia seguinte , foi catar feijão para deixá-lo de molho, encheu o açucareiro, colocou tijela e talheres na mesa, preparou a cafeteira para o café do dia seguinte, colocou umas roupas na máquina de lavar, passou uma camisa e pregou um botão que estava caindo, guardou umas peças do jogo das crianças que ficaram em cima da mesa, colocou a agenda do telefone no lugar, regou as plantas, despejou o lixo, pendurou uma toalha para secar, bocejou, espreguiçou-se e foi para o quarto. No caminho, apanhou um caderno que estava debaixo da cadeira, assinou um cartão de parabéns para uma amiga, selou o envelope, fez uma pequena lista para supermercado. 
A esta altura, o marido disse lá da sala: "pensei que você tinha ido deitar", e ela responde: "Já estou a caminho." Ela ainda coloca água na tijela do cachorro e chama o gato para dentro de casa. Certificou-se que as portas estavam fechadas, espreitou o quarto de cada um dos filhos, apagou as luzes do corredor, pendurou uma camisa, atirou umas meias no cesto de roupa suja, conversou um pouquinho com o filho mais velho que ainda estava estudando e já no quarto, acertou o despertador, preparou a roupa para o dia seguinte, arrumou os sapatos, depois lavou o rosto, passou o creme, escovou os dentes e acertou uma unha partida. A esta altura, o marido desligou a televisão e disse: vou me deitar e foi direto para a cama. Mulher, você é fenomenal! 

"Atende ao bom andamento da sua casa e não come o pão da preguiça" 

(Provérbios 31:27)
Veja mais em: 1 COMENTÁRIOS | | edit post
Sua opinião 
Aline
Procure as qualidades com as quais seria capaz de conviver pelo resto de sua vida. 
Leitura Bíblica de Referência: Gênesis 24

Não é nada fácil encontrar alguém pra se casar. Algumas mulheres querem tanto a segurança e o conforto que o casamento traz, que fazem vista grossa a defeitos que ameaçam a segurança e o conforto que tanto almejam. Outras mulheres estão tão satisfeitas com sua independência que ignoram que um homem que seria capaz de trazer à vida delas novas experiências e níveis de prazer e alegria que ainda não conhecem. e ainda outras simplesmente "se apaixonam" e deixam para resolver mais tarde qualquer problema que surgir. Mas casamento é tão importante que você precisa considerar com muito cuidado e atenção um candidato em potencial. 
O servo de Abraão nos dá algumas dicas sobre esse processo. Primeiro, ele orou muito. Tambpem foi bastante direto em relação à fé. Ele ffalou: "Bendisse ao Senhor, Deus do meu senhor Abraão" (Gn 24.28) e recebeu uma confirmação mostrando que sua fé era habitual: "Do Senhor procede esse negócio" (Gn 24.50). O servo também atentou para as qualidades de caráter. À medida que observava Rebeca, pôde notar que ela era confiante, bondosa, vivaz, forte, generosa, hospitaleira, ousada e disposta a fazer além do que lhe pediam. Essas eram as qualidades de uma mulher que teria condições de viajar de camelo por quase mil quilômetros para se casar com um nômade com quem nunca se encontrara. Ela não só seria capaz disso como o fez - apesar de os capítulos seguintes mostrarem que o casamento deles nem sempre foi fácil.
Ao procurar um marido, você pode seguir parte do roteiro desse servo observando alguns dos critérios que ele usou. Ore. Procure em lugares onde é provável encontrar homens santos. Seja honesta a respeito da sua fé- ou a falta dela - de seu esposo em potencial. Procure qualidades no cárater com as quais você seria capaz de conviver por toda a vida. ( Veja também :Cantares de Salomão 1; 1 Coríntios 13; Efésios 5.21-33).

Enquanto espera pelo "marido perfeito", 
por que não observar os critérios usados pelo servo de Abraão?


Fonte: Bíblia de Estudo da Mulher
Veja mais em: 0 COMENTÁRIOS | | edit post
Sua opinião 
Aline
Que tal irmos ao salão meninas? 

Mais que fazer as unhas, preciso refazer a vida.
Mais que um novo corte, preciso recortar o passado.
Mais que uma hidratação nas madeixas, preciso consolar o coração. 
Mais que um novo penteado, um novo modo de vida. 
Mais que emagrecer, queimar os hábitos nocivos. 
Mais que ser amada, me amar!
Mais que maquiar, restaurar!
Mais que um feriado, repousar em meio à tempestade.
Mais que 10 minutinhos de sono,  uma vida de sossego.
Mais que um grande amor, um amor verdadeiro e real!
Mais que um grande sonho, uma vida de perdas, lutas e conquistas. 
Mais que aparência...Ser!
"Espelho, espelho meu existe alguém mais bela do que eu?"

Pense nisto: O coração alegre deixa você bonita! ; ) 
Aline Croce dos Santos



Veja mais em: 1 COMENTÁRIOS | | edit post
Sua opinião 
Aline
UM HINO À MULHER DE VALOR!

Uma boa mulher é difícil de encontrar, ela vale muito mais que diamantes. O marido confia nela sem reservas, e disso nunca se arrependerá. Ela não é irritada e o trata muito bem por toda a vida. 
Ela compara os preços, em busca dos melhores fios de lã e de algodão,
e se alegra em tricotar e costurar.
Ela é como um navio mercante, que navega até os lugares mais longínquos e
traz surpresas exóticas. 
Ela se levanta antes do amanhecer, prepara o café da manhã
para a família e organiza o seu dia. 
Examina um campo e o compra e 
depois, com o dinheiro que poupou, planta uma horta.
A primeira coisa que faz de manhã é vestir-se para o trabalho:
ela arregaça as mangas, ansiosa por começar. 
Compreende o valor de seu trabalho
e não tem pressa de dar o dia por encerrado.
Ela é habilidosa nos serviços do lar e da família, 
proativa nas tarefas de casa. 
Ela não demora para acudir os que estão com necessidade;
estende a mão para socorrer o pobre. 
Ela não se preocupa com a família quando neva;
suas roupas de inverno estão todas consertadas e prontas para uso. 
Ela mesma faz as roupas que usa, 
e se veste de roupas de linho coloridas e vestidos de seda. 
Seu marido é muito respeitado 
quando se reúne com as autoridades locais.
Ela desenha vestidos e os vende, 
leva blusas que tricotou para as lojas de roupas.  
Suas roupas são benfeitas e elegantes, 
e ela sempre encara o dia de amanhã com um sorriso. 
Quando abre a boca, sempre tem algo importante a dizer 
e sempre o diz com toda gentileza. 
Ela é atenta a todos os de sua casa
e mantém todos eles ocupados e produtivos. 
Os filhos a respeitam e dela falam bem; 
o marido não economiza elogios: 
"Muitas mulheres têm feito coisas maravilhosas, 
mas você superou todas!"
O encanto pode enganar, e a beleza logo desvanece.
A mulher que merece admiração
é a que vive no temor do Eterno. 
Dê a ela tudo que ela merece!
Adorne sua vida com elogios!

(Provérbios 31 - A Mensagem)
Veja mais em: 0 COMENTÁRIOS | | edit post
Sua opinião 
Aline


‎"Tenha coragem,


alma aflita!




Uma nova aurora 


afugentará 


esta noite


Nesta vida caótica 


grandes ganhos 

seguem grandes 


perdas.

A vida é mais nobre que aprender 

a sacrificar o trivial




Um vidro de perfume fino exige


Que um campo inteiro de flores seja esmagado. 


O arco-íris somente se mostra depois da tempestade feroz.




Se homens escolhidos nunca tivessem sofrido 


No profundo silêncio imposto por Deus,


Nenhuma grandeza teria sido sonhada" 


(Champlin, em '"Jeremias na Prisão")
Veja mais em: , , 0 COMENTÁRIOS | | edit post
Sua opinião 
Aline
Quantas vezes nos sentimos invisíveis! Parece que ninguém reconhece nosso esforço, tudo que temos feito, e fazemos todos os dias! Talvez seja assim com você, todos usufruem do que você faz, mas ninguém percebe VOCÊ!  Será que vale a pena tanto sacrifício? Se este é seu pensamento, recomendo o vídeo abaixo, sobre a "mulher invisível". Tenho certeza que lhe trará um novo ânimo e uma nova direção!



Beijos com carinho,

Aline Croce
Aline


A palavra Pascoa, do hebraico “Pessach”, significa “passagem”, ou “passar por cima”. A primeira páscoa ocorreu por volta do século XV antes de Cristo, quando Moisés liderou a saída e libertação do povo de Israel de uma escravidão que durava 400 anos no Egito. Porém, para forçar o Faraó do Egito a permitir que aquele povo partisse, Deus teve que operar 10 sinais sobrenaturais, sendo que o último deles foi o anjo da morte que Deus enviou através da terra do Egito para eliminar todos os primogênitos. A fim de poupar os primogênitos dos israelitas, Deus deu uma ordem para que cada família israelita sacrificasse um cordeiro sem defeito e passasse o seu sangue nos umbrais das portas de suas casas. Assim, quando o anjo da morte passasse, pouparia os primogênitos daquela casa.


Este cordeiro e seu sangue representavam o sacrifício que Jesus faria, muitos anos depois, dando a sua vida por nós, como sacrifício oferecido a Deus para nos libertar de nossos pecados. Em todo o antigo testamento um sacerdote oferecia o sacrifício de um animal para perdão dos pecados do povo. No Novo testamento, Deus mandou seu próprio filho para morrer pelo perdão de nossos pecados, Jesus, o cordeiro de Deus. Nosso único trabalho, hoje, é crer que tudo isto é verdade e entregar nossas vidas nas mãos de Deus.

Comemoramos a Páscoa hoje, portanto, para relembrarmos destes dois fatos; a libertação do povo de Deus da escravidão do Egito, e a morte e ressurreição de Jesus, bem como o que estes fatos significam: que a libertação do ser humano daquilo que o escraviza, como a morte espiritual, tristezas, conflitos, falta de segurança e paz, só é possível através da fé e de uma entrega de sua vida nas mãos de Jesus.


O que a Páscoa tem a ver, então, com um “coelho e ovos de chocolate”?


Nas religiões orientais e na mitologia antiga o ovo significava o princípio da vida; no antigo Egito, no dia da Páscoa, as pessoas davam ovos de verdade de presente, desejando um ano de fertilidade. Ainda é comum em varios paises a prática de pintar ovos cozidos, decorando-os com desenhos e formas abstratas. O ovo de chocolate apareceu em 1928 com o desenvolvimento da indústria de chocolate, substituindo os ovos cozinhos em muitos paises. No entanto, este costume não é citado na Bíblia, mas é uma alusão a antigos rituais pagãos. “Ishtar” ou “Astarte” é a deusa da fertilidade e do renascimento na mitologia anglo-saxã, na mitologia nórdica e mitologia germânica. Na primavera, lebres e ovos pintados com runas eram os símbolos da fertilidade e renovação e eram a ela associados. A lebre (e não o coelho) era seu símbolo. No século XVIII, a Igreja Católica oficializou o uso do ovo como símbolo da ressurreição de Cristo. Desta forma, um costume pagão foi adotado oficialmente. 


E’ muito gostoso trocar ovos de chocolate. O problema é permitirmos que um ovo de chocolate nos faça esquecer de Jesus e do verdadeiro sentido desta data. 


A verdadeira Pascoa não é aquela dos coelhos e ovos de chocolate, mas é o dia de nos lembrarmos de agradecer a Jesus por ter sido o ultimo cordeiro, ter dado a Sua vida por nòs para que, crendo Nele, possamos ter nossos pecados perdoado e uma nova vida, transformada e abençoada!

(Texto de Gláucia e Cássia Raad
) 


Feliz Páscoa!








"Cristo, o nosso cordeiro da páscoa,

 já foi oferecido em sacrifício"

Veja mais em: 0 COMENTÁRIOS | | edit post
Sua opinião 
Related Posts with Thumbnails