Aline

"Lidando com as Crises da Vida"



Refleti prazerosamente o oportuno opúsculo intitulado LIDANDO COM AS CRISES DA VIDA do ilustre Ev André Santos, que certeiramente desperta em seus leitores os vislumbres das crises cotidianas, que resolutamente devem enfrentá-las. O tema é pertinente e profícuo para o nosso tempo, pois o mundo inteiro está mergulhado em sucessivas crises.



Se não soubermos aplacá-las, seremos sufocados lenta e progressivamente pelas enxurradas que surgem, querendo acabar com tudo que conquistamos de uma hora para outra, como ocorreu com o apóstolo Paulo no naufrágio. É incrível como as pessoas caem em desespero no meio dessas intempéries!



Com muita perspicácia o Ev André Santos interpreta esses momentos críticos vividos por esses tripulantes desse naufrágio, e contextualiza argumentando revelações precisas para os nossos dias. A leitura deste livro te fará contemplar JESUS como SOLUÇÃO no meio de suas maiores crises!


Pr Elias Croce



Adquira aqui o seu livro: http://www.andressantos.com/

Aline
Restauração da Família!


Este eu indico!

Com muita propriedade e singeleza de espírito,meu marido, André Santos, aborda neste texto as virtudes de uma família genuinamente restaurada. Nunca buscou-se com tanta ânsia um direcionamento efetivo para as famílias de nossa geração. Carentes e vazias de amor, desesperançadas, sombrias e frias com relação ao futuro, doentes e apáticas de novo ânimo, longes da paz, coroadas pela tristeza, distantes de um “lar”. Assim se caracterizam a maioria das famílias de nossos dias.


Como família André e eu, temos alicerçado nossa casa nas verdades no Livro mencionadas, e dia após dia temos feito da nossa casa um lar. Posso dizer com muita segurança que o que torna isso uma realidade são os valores plantados no coração de meu marido desde sua infância, e hoje com maturidade, pode não somente alicerçar o nosso lar, mas em Deus, ajudar outros lares que necessitam da restauração do Senhor, como o tenho visto fazer ao longo de sua vida ministerial pastoreando igrejas, restaurando vidas. Somos juntos uma família cheia de amor, e alegria, lutamos por isso, e vencemos passo a passo. Meu esposo tem na alma, a essência do que é ser uma família, vejo isso todos os dias em seus olhos.


Deixe que as palavras do Senhor o animem, e o veja agindo no seu lar a medida que a aceita. Creia, é tempo de restaurar!



Aline
"NÃO TENHA MEDO.
TENHA FÉ"


(Marcos 5.36)
Veja mais em: 0 COMENTÁRIOS | | edit post
Sua opinião 
Aline



Mentir é pecado, mas adulterar é um pecado e tanto! Fofocar é pecado, mas roubar é um "pecadão". Ter preguiça é pecado, procrastinar é pecado, falar mal de alguém é pecado. Mas matar é terrivelmente pecado. Afinal existe pecadinho e pecadão?


Este é um assunto muito questionado nos meios cristãos, onde geralmente a religiosidade classifica os pecados de ordem moral como os principais protagonistas de um verdadeiro "pecador". Prostituição, vício, adultério, homicídio, roubo entre outros estão no topo da lista, que recrimina e dilacera quem os comete. Porém todos nós, com certa hipocrisia muitas vezes, carregamos uma coleção de "pecadinhos", muitos crentes levam a vida adiando o encarar-se com o espelho da verdade, ignorando os temores internos, adiando o confronto consigo mesmo. É muito sútil o processo: ir a Igreja, cultuar, trabalhar e liderar departamentos, cantar, orar e ler a Bíblia, sem nunca examinar-se, sem nunca mexer nas feridas que ainda não foram cicatrizadas, sem nunca limpar os porões da alma.


Larry Crabb, em De dentro para fora, nos elucida sobre estes fatores: "A maioria dos crentes reconhece sem a menor dificuldade que a pecaminosidade humana não se limita à prática pecaminosa humana de certos atos que contrariam determinados padrões de conduta. [...]Mas muitos rejeitam a idéia de examinar sua impureza interior, preferindo defenir a questão como um problema, e não como uma pecaminosidade.

'Não tenho muita autoconfiança. Sou uma pessoa muito insegura'.

'Por que será que sou tão perfeccionista? Preocupo-me demais. Isso esta me deixando louco' ".

Quantas vezes ouvimos tais "desculpas" defensivas quando na Igreja confronta-se a realidade de pecados em nossos carateres. "Sou explosiva, ele me conhece!". "O pastor sabe que esse é meu jeito, penso o que falo".

Crabb continua: "Com esse tipo de colocação, atraímos a piedade e o interesse dos outros, e cultivamos em nós mesmos uma autocompaixão quase sublime. Por outro lado se o virmos como pecaminosidade, teremos convicção de pecado. Uma pessoa que tem lutas se sente meio heróica; a que se reconhece um pecador sente-se impura".


É muito triste que muitas vezes quando fazemos um exame interior, a nossa tendência é vermos apenas o nosso lado sofredor, nossos complexos e profundos sofrimentos. E quando reconhecemos que precisamos levar a sério nossa responsabilidade de buscar a Deus voltamos a olhar só o exterior : empenhados em cumprir a "obra do Senhor", a irmos a ensaios, estudos bíblicos e darmos um jeitinho no exterior.


É preciso encaramos nossos complexos, nossos temores internos, também como pecado. Olhar no espelho da verdade, que é Jesus e saciarmos nossa sede de Deus. Não adianta cavar nossas próprias cisternas, querendo arrumar o que só Deus pode solucionar. O problema que há em nosso coração, é mais grave do que se pensa. Muitas vezes nos questionamos: "por que será que não mudo". Será que encaramo-nos frente a frente? Queremos mesmo mudanças? Estou disposta a ser questionada, confrontada e assumir erros, culpas e pecados, sim pecados! O sofrimento interior está estreitamente ligado aos pecados que praticamos. Um confronto com a verdade, e só ela, pode nos libertar!


"Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará"


"Disse Jesus, eu sou o caminho a verdade e a vida"


Hoje eu te convido a se olhar no espelho da verdade!





Veja mais em: , 0 COMENTÁRIOS | | edit post
Sua opinião 
Aline




Do tamanho certo

Rev. Morris Chalfant


Na véspera do Dia das Mães, um menino segurando o dinheiro com a mão bem fechada, entrou em uma loja de departamentos para fazer compra. Timidamente, aproximou-se de uma vendedora.

-Quero comprar um presente para minha mãe. - Um pouco constrangido, ele complementou: -Uma combinação.

-Que manequim ela usa?

Ele hesitou.

-Não entendo nada de manequins.

-Ela é alta? Baixa? Gorda? Magra?

O menino respondeu prontamente:

-A minha mãe é do tamanho certo!

A resposta foi tão firme que a vendedora embrulhou uma combinação número 36. Na segunda feira a mãe do menino foi até a loja para trocá-la pelo número 52! O tamanho não significava nada para o menino; a mãe havia conquistado o seu coração!
Veja mais em: , 0 COMENTÁRIOS | | edit post
Sua opinião 
Aline
Que é errando que se aprende...



Que envelhecer não significa deixar de ser criança...


Que o silêncio é a melhor resposta quando ouvimos uma bobagem...


Que ganhar dinheiro não é prioridade em toda profissão...

Que os sonhos estão aí para serem alcançados...


Que amigos a gente conquista mostrando o que somos...

E os verdadeiros amigos estão ao nosso lado até o fim...

Que a maldade muitas vezes se esconde atrás de uma bela face...

Que não se espera a felicidade chegar, mas se procura por ela...



Que quando pensamos em saber tudo descobrimos que temos muito a aprender...

Que amar significa se dar por inteiro...



Que ouvir uma palavra de carinho faz bem a saúde...


Que o julgamento alheio não é importante...



Que devemos ser criança a vida toda...



Que a vida começa quando a entregamos a Deus...






"A sabedoria é uma fonte de vida para os sábios, mas os tolos só aprendem tolices" Pv 15.22


Aprendeu?

;)

Veja mais em: , 1 COMENTÁRIOS | | edit post
Sua opinião 
Aline
"Sempre é cedo demais pra desistir. Nunca é tarde demais pra começar"

Veja mais em: , 0 COMENTÁRIOS | | edit post
Sua opinião 
Aline


Com Sabor de Chá
de Ruth Bell Graham




Em um de seus livros, F. W. Boreham conta a história de uma senhora escocesa idosa que morava sozinha e era muito pobre.


Porém ela ofertava à Igreja o dízimo do pouco que possuía. Quando não tiha condições de assistir ao culto, ela aguardava a visita de um diácono que ia buscar sua oferta. O diácono sabia muito bem que aquela senhora era muito pobre, mas sabia também que ela se sentiria profundamente ofendida se ele não passase em sua casa para pegar o dinheiro; assim, tomava o cuidado de não falhar.


Certo dia ele chegou na casa dela noo final da tarde.


A idosa Mary estava sentada perto da janela tomando chá.


-A oferta está sobre a prateleira da lareira - ela disse, depois de cumprimentá-lo. - O senhor aceita uma xícara de chá?


O diácono sentou-se. Quando Mary lhe entregou a xícara, ele olhou dentro e exclamou, surpreso:


-Ora Mary! Há apenas água nesta xícara!


-Eu sei! - ela disse. -Mas Deus a deixa com sabor de chá!

Extraído de "Histórias para o Coração da Mulher" United Press, 2002.
Tenha um ano lindo cheio de Fé!
Bjs...Aline ;)
Veja mais em: 0 COMENTÁRIOS | | edit post
Sua opinião 
Aline
Que este novo ano possa encher seu coração de esperanças e regozijos!

"Regozijai-vos sempre" (ITs 5.16)

Segue-se uma mensagem para sua reflexão com o Pr. Ricardo Gondim.

Bjs,

Aline


Veja mais em: , 0 COMENTÁRIOS | | edit post
Sua opinião 
Related Posts with Thumbnails